Itatiba (SP) foi apontada como a segunda cidade no Ranking Nacional de Bem Estar Urbano em uma pesquisa feita pelo Observatório das Metrópoles do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia, em parceira com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O estudo avaliou a dimensão urbana e o bem estar dos moradores por meio do consumo de bens e serviços sociais.

A mobilidade urbana foi um dos itens da pesquisa que coloca a Região Metropolitana de Campinas (SP) como a melhor, entre 15 regiões do país, em bem estar urbano. A avaliação ainda deu nota para a arborização e toda a condição ambiental: a qualidade dos imóveis, os serviços coletivos como fornecimento de água, energia elétrica e coleta de lixo. A pesquisa teve como base o Censo Demográfico de 2010.

O arquiteto e urbanista, Cid Camargo fala dos desafios do gestor municipal. "A vinda de novos loteamentos na cidade tem que ser feita de uma forma criteriosa e exigente para que tenha toda a infraestrutura. Porque o bairro já nasce com toda a infraestrutura necessária, como a área verde, de lazer, as ruas, esgoto, água, para que as pessoas possam morar", explica.
No ranking das cidades, Itatiba ficou em segundo lugar. O município só está atrás de Americana (SP), também localizada na Região Metropolitana de Campinas. Mas, de acordo com o prefeito de Itatiba, João Fattori, quando analisamos apenas um item, a infraestrutura do município passa com folga Americana. "A infraestrutura básica, que fica embaixo da terra, que não se enxerga, é fundamental para você ter um desenvolvimento sustentável. Não tem como falar de meio ambiente, sem se preocupar com a infraestrutura da cidade", finaliza.

FONTE:
http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2013/08/itatiba-e-segunda-cidade-no-ranking-nacional-de-bem-estar-urbano.html